sábado, 17 de outubro de 2009

O Terror

O Terror de Arthur Machen

Sinopse
Arthur Machen foi um dos grandes e incontornáveis escritores do início de século xx. A sua obra é imprescindível à compreensão de autores como H.P. Lovecraft, Stephen King, Bram Stoker, Sir. Conan Doyle, Oscar Wilde, ou mesmo Alfred Hitchcock. Foi apontado por Luís Borges como a grande influência do realismo mágico.
O Terror é um dos três contos reunidos nesta obra. Neste conto, ambientado numa região isolada a Oeste de Gales, relatam-se acontecimentos bizarros e inexplicáveis, onde a natureza parece ganhar vontade própria e revoltar-se contra a humanidade. O poder contagioso de forças obscuras cria um clima de tensão e leva à violência. Numa época em que todas as atenções estavam viradas para a Primeira Guerra Mundial, este conto é susceptível de diversas interpretações ou analogismos que o autor terá escondido na sua trama enigmática. Trata-se de uma obra literária muito estudada, e que merece um lugar de destaque em qualquer biblioteca.
Arthur Machen consegue uma perfeita simbiose entre fantasia, realidade e lenda

Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 176
Editor: Saída de Emergência
ISBN: 9789896371586
17,85€

Disponível a partir de 22 de Outubro
Arthur Machen
Arthur Machen (1863-1947), de origem galesa, notabilizou-se na escrita de textos de cariz místico. Depois de falhar a entrada na universidade de Medicina, estreou-se na literatura com a publicação de um longo poema. Tornou-se tradutor para garantir o sustento enquanto se dedicava à escrita. Já no século XX, após a morte da mulher, tornou-se actor numa companhia itinerante. Regressou à literatura na primeira década do século XX, tendo encontrado um editor para as obras que escrevera antes. Em 1910 assumiu um cargo a tempo inteiro como jornalista em Londres, do qual foi demitido uma década mais tarde. Na década de 20, Machen conheceu alguns anos de esplendor e reconhecimento, mas rapidamente caiu de novo em dificuldades financeiras.

4 comentários :

  1. quero, quero e quero! este livro parece ser brutal! bem como o "O Grande Deus PÃ".
    Esta SDE é brutal na literatura fantástica!

    ResponderEliminar
  2. Olá! Adorei seu blog e já virei seguidora!
    Bj

    ResponderEliminar