quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

"Shiver – Um Amor Impossível" de Maggie Stiefvater

Título Original: Shiver
Autor: Maggie Stiefvater
Editora: Editorial Presença
Colecção: Noites Claras, nº8
Data 1ª Edição: 11/01/2011
Tradução: Maria do Carmo Figueira

Sinopse
Sam e Grace são dois adolescentes que vivem um amor sublime e aparentemente impossível. Todos os anos, quando chega a Primavera, Sam, abandona a sua vida de lobisomem e recupera a forma humana, aproximando-se de Grace, mas sempre que regressa o Inverno, vê-se obrigado a voltar à floresta e a viver com a sua alcateia. Conseguirá o seu amor vencer os muitos obstáculos que ameaçam separá-los para sempre? Uma história cheia de aventuras e descobertas, mágica, original, que desafia a mente e enternece o coração.

Opinião:
Grace todos os invernos observa com enorme fascínio, os lobos que vivem na floresta perto da sua casa. Desde que foi atacada em criança pelos lobos, que se recorda de um em particular de olhos incrivelmente amarelos. Sente-se atraída e suspeita que ele seja o responsável por ela ter sobrevivido ao ataque dos lobos. Todos os Invernos Grace tem visto o lobo de olhos amarelos a observá-la da floresta.
Chega o dia em que Grace conhece o “seu” lobo na sua forma humana, Sam de dezoito anos, desvenda-lhe o mistério da sua vida dupla.
Na primavera, Sam recupera a sua forma humana e no inverno, com as temperaturas baixas, transforma-se inevitavelmente, em lobo. Sam e Grace vivem um amor poderoso e ao mesmo tempo impossível, lutam constantemente para manter a forma humana de Sam para poderem estar juntos. 

Shiver – Um Amor Impossível da autora norte-americana Maggie Stiefvater, é o primeiro volume da Série Wolfes of Mercy Falls, publicado no dia 11 de Janeiro pela Editorial Presença. 
Este livro foi uma surpresa maravilhosa, tantas histórias de adolescente de amores impossíveis que ultimamente tenho lido, a autora apresenta uma bonita e comovente história de amor, muito original e que nos derrete o coração. Deparamo-nos com o primeiro amor, com a perda de identidade, a luta e a esperança do impossível e com uma visão interessante e inédita do mundo dos lobisomens. 
As personagens estão extraordinariamente bem construídas, muito maduras e marcantes, tornam-se fascinantes.

Maggie Stiefvater surpreende-nos com a sua escrita fluida, bela e quase poética. Somos conduzidos num ritmo calmo e delicado para a beleza da floresta, tão bem descrito que sentimos os cheiros e contemplamos as cores e os lugares por onde passam. 
Gostei da forma com a autora alternou a narrativa, dando-nos o ponto de vista de Grace e de Sam. Uma leitura muito doce, romântica, envolvente e misteriosa, com um final enternecedor de nos deixar uma lágrima ao canto do olho. 
Apesar de ser um livro dirigido a adolescente, certamente agradará a todos as idades. Ideal para quem gosta de um amor sobrenatural, numa noite fria de inverno. 

Parabéns á Editorial Presença por manter a capa original, que é linda na minha opinião, e também pela iniciativa verde, ler em papel reciclado não cansa os olhos. :)
Recomendo vivamente e aguardo ansiosamente o próximo volume.

5/6 - Muito Bom

1 comentário :

  1. Parace ser interessate, vai para a minha lista de futuras leituras :)

    ResponderEliminar