terça-feira, 29 de setembro de 2009

"Gente Vazia" e "O Espelho Quebrado"


Autor: Brian Keaney
Tradução: Susana Rodrigues de Carvalho
Editora: Gailivro

Sinopse de Gente Vazia
Dante é um moço de cozinha na Ilha de Tamagar, uma comunidade dominada pelos pensamentos do Dr. Sigmundus. Sonhar fará com que seja internado num asilo e os adultos drogam-se com Icór. Dante vive atormentado com o facto da mãe se ter suicidado, mas quando se torna amigo de Bea, filha de um médico, e do misterioso prisioneiro político Semiramis, descobre uma versão bem diferente dos acontecimentos. Os três fogem através de um mar cheio de perigos e juntam-se a resistência. Drogas, hipnose e o forte poder da pressão do poder dos pares entram em jogo a medida que Dante e Bea lutam para sair de um círculo do Inferno e descobrem que o mundo é uma ilusão. Trata-se de um trabalho de escrita notável, centrando-se na atmosfera e nos sentimentos vividos pelos perturbados protagonistas adolescentes. Embora sendo a primeira parte de uma trilogia, termine e nos deixe a beira de um precipício, Gente Vazia é o tipo de livro que faz valer o peso da Literatura Fantástica.

Sinopse de O Espelho Quebrado
Governada pelo tirano Dr. Sigmundus, Gehenna é um país onde as leis devem ser obedecidas sem questionar e onde ninguém pensa por si. Até sonhar é proibido.
A partir do momento em que Dante Cazabon, um órfão sem amigos, descobre o Odílio, uma força com o poder de parar o tempo e de modificar o tecido do universo, ele passa a liderar uma rebelião que o irá conduzir às fronteiras da vida e da morte, assim como ao coração do Mal.
Nas profundezas do Odílio, uma nova espécie de Mal está prestes a nascer: o Espelho Quebrado. E apenas Dante o poderá deter. Mas, para o conseguir, ele irá confrontar-se com uma escolha terrível.
...Dante está a monte, Bea é prisioneira e Ezekiel encontra-se ferido. As coisas não parecem correr nada bem para os Púca...
...E o cenário irá piorar.

“Os sonhos são os caldeirões dos vossos desejos. Os locais onde as esperanças nascem e os medos escondidos se erguem para vos confrontar.
Mas a capacidade de controlar os sonhos está ao vosso alcance. Aprendam a dominar esse poder e tudo será possível.”

Brian Keaney apresenta-nos uma história fantástica, que nos leva a um mundo diferente, governado por Dr. Sigmundus.
Este criou uma vacina para impedir as pessoas de sonhar, acabando assim com a maldade do mundo. Felizmente a vacina, que tem o nome de Icór, não funciona com todas as pessoas. Uma dessa pessoas é Dante, que tem como missão acabar com o reinado do Dr. Sigmundus.
Quando comecei a ler " Gente Vazia" o 1º volume desta Triologia, fiquei contente por ter o seguinte em casa "O Espelho Quebrado", pois entrei tão bem no livro e naquele mundo, que tive de me agarrara ao seguinte como se tivesse apenas  a virar a página.
A escrita é bastante simples e  as capas estão muito boas (Parabéns á Gailivro)
Agora estou curiosa por ler o próximo, pois todos os livros terminam quando está tudo a aquecer.:)
Recomendo





Invisível

Invisível
de Paul Auster

Sinopse
Na compra deste livro, habilita-se a receber um saco de pano autografado pelo autor. Oferta disponivel para as 60 primeiras encomendas. (Na Wook)
Sinuosamente construído em quatro partes entrecruzadas, o décimo quinto romance de Paul Auster começa em Nova Iorque, na Primavera de 1967, quando o jovem aspirante a poeta Adam Walker conhece Rudolf e Margot, um enigmático casal francês. O perverso triângulo amoroso que rapidamente se forma, conduz a um chocante e inesperado acto de violência cujas consequências serão irreversíveis.
Três narradores contam uma história que se desloca no tempo, de 1967 a 2007, e no espaço, à medida que viaja entre Nova Iorque, Paris e uma ilha remota nas Caraíbas. Invisível está imbuído de fúria, de sexualidade desenfreada e de uma busca implacável por justiça. É uma viagem através das fronteiras sombrias entre verdade e memória, criação e identidade. Uma obra inesquecível pela mão de um dos nomes cimeiros da literatura dos nossos dias.

Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 236
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789892306476
Colecção: Obras de Paul Auster
13,00€


Paul Auster
Autor de culto, nome cimeiro da actual literatura norte-americana, Paul Auster nasceu em Newark em 1947.
Escritor de romances sobre almas solitárias, o seu nome é familiar aos devotos da literatura de ficção. A sua obra caracteriza-se por histórias fortes e prosa limpa. O confronto entre o Indivíduo e o vazio, o poder da contingência, a natureza da solidão e memória, são alguns dos temas abordados nos seus romances. Nos seus romances, a narração é geralmente levada a cabo por personagens cuja perturbação vai aumentando à medida que a acção se desenvolve. Realismo, fantasia, acaso e potencialidades realizadas e irrealizáveis vão-se fundindo de forma indestrinçável.
Paul Auster também se dedicou ao cinema e em 1998 realizou o seu primeiro filme a solo Lulu on the Bridge, com argumento seu. Actualmente (Junho de 2006) encontra-se em Portugal a rodar um novo filme, "The Inner Life of Martin Frost", produzido por Paulo Branco. Paralelamente à carreira de escritor, entre 1986 e 1990 ensinou escrita criativa na Universidade de Princetown, em Nova Iorque.
Em 1993 Paul Auster foi nomeado em França Cavaleiro da Ordem das Artes e das Letras e nesse mesmo ano ganhou o Prémio Médicis para Literatura Estrangeira.
Em 2006 foi-lhe atribuído o Prémio Príncipe de Astúrias das Letras.
As Loucuras de Brooklyn, editado pelas Edições ASA, é o seu último romance.

Disponível a partir de 22 de Outubro


Turno da Noite - Novidade

Turno da Noite
de Stephen King


Sinopse
Autor de romances famosos e detentor do título de mestre do terror, Stephen King apresenta-nos, em Turno da Noite, uma colectânea de contos que abrangem uma grande variedade de géneros, levando o leitor, com uma subtileza extraordinária, pelos caminhos de um universo ficcional que oscila entre a mais terrível fantasmagoria e o mais alucinante sobressalto. Inclui clássicos como O Papão, Jerusalem’s Lot, Filhos do Milho e O Homem da Cortadora de Relva.

Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 458
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722520065
19,01€


Stephen King

Romancista norte-americano, Stephen King nasceu em 1947, em Portland, Maine. Filho de um marinheiro mercante, que abandonou a família em 1950, foi criado pela mãe, em Durham, juntamente com o seu irmão David. A mãe viu-se forçada a trabalhar precariamente para poder sustentar os seus filhos.
Aos seis anos de idade, o jovem Stephen teve que proceder à punctura do tímpano por diversas vezes, experiência dolorosa que nunca conseguiria esquecer. Deu início aos seus estudos secundários na Lisbon Falls High School, onde começou a escrever contos, ao mesmo tempo que fazia parte de um grupo amador de rock. No ano de 1960, Stephen King submeteu o seu primeiro manuscrito para publicação, o qual seria rejeitado. Entretanto, editava o jornal do liceu, The Drum, e escrevia para o jornal local, o Lisbon Weekly Enterprise. Publicou o seu primeiro conto, In A Half-World Of Terror, numa fanzine de terror.
Em 1970 licenciou-se pela Universidade do Maine e, no ano seguinte, casou com Tabitha Spruce, que também viria a alcançar reputação como escritora. De 1971 a 1974, Stephen King foi instrutor na Hampden Academy, até ter publicado o seu primeiro romance, Carrie (1974), a história de uma rapariga com poderes telecinéticos. Atirou as primeiras páginas do trabalho ao lixo, mas foram resgatadas pela esposa, que o encorajou a prossegui-las. A obra não teve, a princípio, senão um sucesso modesto, mas com a adaptação para cinema e com a publicação do romance Salem's Lot (1976), conseguiu estabelecer-se como importante escritor de literatura de terror.
Nos finais do Verão de 1974, Stephen King decidiu passar umas férias prolongadas no Colorado na companhia da sua família. De visita ao Stanley Hotel, em Estes Park, chegou-lhe a inspiração para o seu romance seguinte, The Shining (1975), que chegaria a obter versão cinematográfica pela mão de Stanley Kubrick, em 1977. Nessa época, segundo confissão do próprio autor, tinha a braços problemas de abuso de álcool e drogas. Na segunda metade dos anos 70, Stephen King começou a publicar uma série de romances sob o pseudónimo Richard Bachman, de que Rage (1977) e The Long Walk (1979) são exemplos.
Em Junho de 1999, o escritor ficou gravemente ferido em consequência de um atropelamento por uma carrinha. Não obstante, no mês seguinte começou a publicar uma série de folhetins virtuais no seu website 'stephenking.com', sendo o primeiro escritor de gabarito a recorrer ao suporte virtual. Na primeira história, uma vinha sobrenatural começa a crescer numa editora de livros de bolso, trazendo sucesso e riquezas em troca de sangue e carne fresca.
Em convalescença do acidente, Stephen King decidiu fazer um balanço do seu início de carreira, com On Writing (2000), obra principalmente destinada a aconselhar potenciais escritores. Stephen King passou a maior parte da sua carreira como romancista em Bangor, no estado do Maine.

Disponível a partir de 2 de Outubro

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Selinho Doce

Recebi este docinho da Jojo do blog Os devaneios da Jojo... Maré de livros...


REGRAS:
1.Agradecer ao blog que ofereceu o selinho:

Muito obrigada, Jojo por este selo:)
Obrigada também por mais uma vez não te esqueceres deste blog, por todas as visitas, opiniões e comentários que me fazem muita companhia:)
Parabéns ao teu blog que é um doce sem dúvida e já é uma paragem obrigatória todas as noites.
Continua a deixar sempre neste blog as tuas doces palavras, para adoçar mais a vida e o espirito de quem passa por Entre Páginas.:) bjs
2.Indicar 9 blogues para receber o selinho:

Tatiana- O Cantinho da Tati

Paula-Viajar pela Leitura

Maria Manuela-Leituras das Marias

Ferncarvalho-As leituras da Fernanda

Cristina Bernardes-Floresta das Leituras

Karina Porto-Meu Blog K romances

ClaudiaV-Noticias da Fantasia

Sara Inês -A Magia das Palavras

Alice-Sombra dos Livros


3- 9 características minhas:

Amiga
Divertida
Meiga
Curiosa
Bem-humorada
Teimosa (só as vezes)
Dorminhoca
Romântica
Apaixonada

4- O meu doce preferido:

Esta é dificil, gulosa como sou torna-se complicado dizer só um....:)
Gosto de todos os doces que tenham canela ou chocolate.

domingo, 27 de setembro de 2009

A Sombra do que Fomos

A Sombra do que Fomos

Luis Sepúlveda regressa ao romance com uma grande homenagem ao idealismo dos perdedores. A Sombra do que Fomos é o terceiro livro que a Porto Editora publica do escritor.

A Sombra do que Fomos conta, segundo o autor, “a história de exílios e gente banida, de sonhos desfeitos e ideais arruinados”. O seu tom pode ser dramático mas vigoram na narrativa o humor, a ironia, a compaixão e o amor.

Num velho armazém de um bairro popular de Santiago do Chile, três sexagenários esperam impacientes pela chegada de um quarto homem. Cacho Salinas, Lolo Garmendia e Lucho Arencibia, antigos militantes de esquerda derrotados pelo golpe de estado de Pinochet e condenados ao exílio, voltam a reunir-se trinta e cinco anos depois, convocados por Pedro Nolasco, um antigo camarada sob cujas ordens vão executar uma arrojada acção revolucionária. Mas quando Nolasco se dirige para o local do encontro é vítima de um golpe cego do destino e morre atingido por um gira-discos que insolitamente é lançado por uma janela, na sequência de uma desavença conjugal.
Prémio Primavera de Romance de 2009, A Sombra do que Fomos é um virtuoso exercício literário posto ao serviço de uma história carregada de memórias do exílio, de sonhos desfeitos e de ideais destruídos. Um romance escrito com o coração e o estômago, que comove o leitor, lhe arranca sorrisos e até gargalhadas, levando-o no fim a uma reflexão profunda sobre a vida.

Autor: Luis Sepúlveda
Páginas: 160
Editora: Porto Editora

Ler o excerto  Aqui

O Autor
Luis Sepúlveda nasceu em Ovalle, no Chile, em 1949. Da sua vasta obra (toda ela traduzida em Portugal), destacam-se os romances O Velho que Lia Romances de Amor e História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar, ambos já adaptados ao cinema. Mas Mundo do Fim do Mundo, Nome de Toureiro, Patagónia Express, Encontros de Amor num País em Guerra ou Diário de um Killer Sentimental, por exemplo, conquistaram também, em todo o mundo, a admiração de milhões de leitores.
No catálogo da Porto Editora, figuram já os seus livros A Lâmpada de Aladino e O Velho que Lia Romances de Amor.

Imprensa
«Uma das vozes mais dignas e firmes da literatura do nosso tempo.»

Daniel Mordzinski, Que Leer

«A trama deste romance é uma boa desculpa para imiscuir-se nas vidas daqueles que regressaram do exílio chileno sem que tenham sarado as feridas de um passado marcado pela violência.»
Joaquín Marco, El Cultural

«Em A Sombra do que Fomos, conjugam-se dois tempos: um passado nostálgico com vivências carregadas de sentido e a intriga presente onde os personagens enfrentam um conflito com toques policiais. Um romance veloz e profundo, com uma escrita delicada e sensível tal como a memória humana.»
Ronaldo Menéndez, Ámbito Cultural

«Uma obra geracional e política, envolta numa estrutura policial, que nos mergulha na história negra do Chile, mas com humor e ironia, sempre inteligente e sempre mordaz.»
espaciolibros.com

Disponível em 2 de Outubro

Boa Noite a todos os membros deste blog


Na noite mais escura do ano
deambulava com medo e perdida
então, os teus olhos flamejantes vi

os teus lábios senti
e nos teus braços renasci.




sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Acheron

Acheron
Sherrilyn Kenyon


Sinopse
Somos os Predadores da Noite. Defendemos a Humanidade da destruição. Existimos para além do reino da Vida, para além do reino da Morte. E somos Eternos. Um deus nasceu há onze mil anos. Amaldiçoado num corpo humano, Acheron teve uma vida de sofrimento. A sua morte humana originou um horror indescritível que quase destruiu a Terra. Trazido de volta contra a sua vontade, tornou-se o único defensor da humanidade. Só que não foi assim tão simples... Durante séculos, lutou pela nossa sobrevivência e escondeu um passado que não desejava revelar. Agora, tanto a sua sobrevivência, como a nossa, dependem da única mulher que o ameaça. Os velhos inimigos estão a despertar e a unir-se para matá-los – aos dois.

Autor: Sherrilyn Kenyon
Editora: Casa das Letras



A escritora norte-americana Sherrilyn Kenyon é uma das fundadoras do género do romance paranormal e conhecida pela sua aclamada série Predador da Noite, sobre guerreiros imortais. Publicada em mais de trinta países, e com milhões de cópias vendidas, os seus livros têm presença garantida nos topos de vendas do New York Times, Publishers Weekly e USA Today. Uma autora de culto a nível internacional, escreve também romances históricos com elementos paranormais sob o pseudónimo Kinley MacGregor.Sherrilyn Kenyon vive em Nashville, Tennessee, com o marido, três filhos e os animais de estimação.

Fique a conhecer mais desta Série em  http://www.sherrilynkenyon.com/


Disponível a partir de 2 de Outubro

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

FEITIÇOS DE AMOR

FEITIÇOS DE AMOR
Barbara Bretton

O coração pode ser tocado pela magia... mas o poder do verdadeiro amor é mais forte que qualquer encantamento...

Parece uma vila bucólica igual a tantas outras, mas esconde um segredo antigo de todos os visitantes…

Sinopse
Sugar Maple é uma terra encantada habitada por feiticeiras, fadas, vampiros e outras criaturas mágicas. Chloe Hobbs é a única que não tem poderes especiais naquele lugar onde nada é o que parece.
Chloe é a proprietária da Sticks & Strings, uma popular loja de artigos de tricô. Mas é também a última descendente de uma longa dinastia de feiticeiras com o futuro de Sugar Maple nas mãos. Chloe sabe que tem de se apaixonar para receber os poderes mágicos e continuar a proteger a sua terra natal. Mas, aos 30 anos, ainda sonha com o verdadeiro amor e as amigas decidem lançar feitiços para a ajudar a encontrar o homem dos seus sonhos.
O que ninguém esperava era que Chloe se apaixonasse perdidamente por Luke MacKenzie, o polícia destacado para investigar o primeiro crime ocorrido em Sugar Maple e cem por cento humano. Se o amor abre finalmente a porta aos seus poderes mágicos, esses mesmos poderes impedem Chloe de sonhar com um futuro ao lado de Luke…

Quinta Essência
296 páginas
 15,5*23,5

ISBN 9789898228192
 15.00 euros

Feitiços de Amor é um romance encantador e inesquecível sobre o poder do amor e a magia dos sonhos.

Imprensa

«Uma das melhores autoras do romance feminino.» The Romance Reader
«Um toque de magia e de suspense fazem de Feitiços de Amor um livro a não perder.» BookPage
«Um conto de fadas para adultos.» Affaire de Coeur
«Uma história absolutamente inesquecível.» Rendezvous
«Um romance encantador e inesquecível que combina amor, magia, tricô e autodescoberta.» Romantic Times
«Encantador é a palavra certa para definir este romance.» Night Owl Romance
«Barbara Bretton é perita em tocar o coração dos leitores.» Romance Reviews Today
«Uma história criativa e encantadora.» Booklist

 A Autora

Barbara Bretton nasceu em 1950, em Nova Iorque. É autora de cerca de quarenta romances, marcando regularmente presença na lista dos mais vendidos do USA Today. Os seus livros estão publicados em mais de vinte países, ultrapassando os dez milhões de exemplares vendidos em todo o mundo. Ao longo da sua carreira foi distinguida com vários prémios, designadamente o Reviewer's Choice Award e o Career Achievement Award, atribuídos pela revista Romantic Times.


Bretton vive em Nova Jérsia, mas gosta de passar o máximo de tempo possível no Maine com o seu marido, a passear nas praias rochosas e a sonhar com enredos para os seus futuros livros.

Feitiços de Amor é o primeiro livro de uma nova série da autora em que o amor, a magia e o mistério se combinam e penetram na vida dos habitantes de uma terra encantada...

Para saber mais, visite: http://www.barbarabretton.com/

Disponível a partir de 1 de Outubro

A FLOR DO DESEJO - Novidade

A FLOR DO DESEJO
Cherie Feather


Romance sensual

Uma história intemporal de amor, desejo e sedução

Aviso: este livro pode conter descrições explícitas de cariz sexual.

Sinopse
Mandy Cooper, directora do Museu de Arte Feminina da cidade de Santa Fe, há muito que admira a pintora Catherine Burke e segue com interesse a história da intensa relação amorosa que a artista do século XIX manteve com Atacar, um belo americano nativo. Contudo, a ligação de Mandy ao casal vai estreitar-se ainda mais. Mandy envolve-se com Jared Cabrillo, o perigosamente atraente sobrinho-bisneto de Atacar, naquela que será uma relação escaldante e avassaladora.
Jared, por sua vez, esconde um segredo que vai mudar a vida de todos. Na posse do diário íntimo de Catherine, que muitos pensavam estar perdido para sempre, conhece todos os desejos e fantasias da artista. E decide recriar na sua relação com Mandy a paixão escaldante que uniu Atacar e Catherine. Ele sabe exactamente como conquistar uma mulher, incluindo o recurso à simbólica e sensual linguagem das flores… Mas Jared sabe também o quão intensamente Catherine amava Atacar e o quão perigosamente ele a amava. Será amor o que o une a Mandy?
O diário de Catherine é intemporal, simultaneamente romântico, sensual e trágico. Mais de cem anos depois, os segredos contidos nas suas páginas tanto podem unir Mandy e Jared para sempre como destruí-los a ambos − atrever-se-ão eles a amar depois de tudo por que passaram?

Quinta Essência
254 páginas

15,5*23,5
ISBN 9789898228178
15.00 euros


A Flor do Desejo é uma história envolvente sobre dois romances separados pelo tempo, mas unidos e marcados pela mesma paixão arrebatadora.


"Cherie Feather é uma excelente escritora que sabe exactamente que pormenores evocam a emoção certa. Esta história tem de tudo, desde as cenas mais sensuais ao inevitável final feliz.»" Romantic Times


"A Flor do Desejo é uma história envolvente, sensual e profundamente romântica."  Epinions.com
Um romance sensual e tórrido, mas com coração. Uma surpreendente ternura percorre a história e toca o leitor.» Night Owl Romance Review


«Sensual, apaixonante, sedutor – não perca este romance verdadeiramente envolvente.» Jaci Burton, autora do bestseller Riding Wild

«Cenas escaldantes e emoção à flor da pele. A escrita de Cherie Feather é evocativa e os personagens, credíveis.» Chris Marie Green, autora de Midnight Reign


The Host vai para o Grande Ecrã

Stephenie Meyer já anunciou no seu site a confirmação da compra dos direitos de 'The Host' para o cinema.


Olá. Grandes notícias! The Host está a caminho do grande ecrã:

Estou tão entusiasmado de estar a trabalhar com Nick Weschler, Steve e Paula Mae Schwartz dar vida à Nómada de uma forma visual. O trabalho com todos eles tem sido um sonho, amávek e útial, e sinto que estamos muito bem para fazer um grande filme juntos. Ter Andrew Niccol para escrever o guião e na realização? Absolutamente incrível. Se ainda não viram Gattaca, precisam de ver agora. Um dos meus filmes favoritos de todos os tempos. É um grande exemplo de execução de uma personagem de ficção ciêntifica, o que é ideal para 'The Host'. Tinha um elenco muito variável e absolutamente diferente, que poderia postar caso as pessoas não levassem tão a sério nestes dias o meu blog bobo. Irei procurar as listas de elencos que vocês criaram nos doruns de fãs, a ver se alguma coincide coma minha.


Estou muito animada. Yay Host!


XO


Steph

(Noticía traduzida por TwilightPortugal)

terça-feira, 22 de setembro de 2009

A Cidade dos Ossos sai a 1 de Outubro!

O blog Crónicas Vampirícas contempla-nos com mais noticías sobre A Cidade dos Ossos.
O livro de Cassandra Clare, A Cidade dos Ossos , estará disponível no dia 1 de Outubro. Talvez ainda esta semana, uma parte do primeiro capitulo do livro será publicada no blog http://www.cronicasvampiricas.pt/ .





Capas alemã e inglesa A Cidade dos Ossos.













Capa portuguesa A Cidade dos Ossos.


Pode ver aqui o book Trailer


A ideia de Mortal Instruments surgiu durante uma tarde que eu passei na East Village. Estava com uma grande amiga minha, que me ia fazer uma visita guiada ao estúdio de tatuagens onde costumava trabalhar. Ela queria mostrar-me que as pegadas dela estavam marcadas no tecto, a tinta preta – na verdade, as pegadas de toda a gente já lá trabalhara estavam impressas no tecto, cruzando-se e criando padrões. A mim, pareceu-me que uma batalha sobrenatural tinha sido ali travada, por seres que tinham deixado a marca das suas pegadas. Comecei a imaginar uma batalha mágica num estúdio de tatuagens de Nova Iorque, e a ideia de uma sociedade secreta de caçadores de demónios, cuja magia se baseia num sistema elaborado de runas tatuadas, simplesmente acendeu-se no meu pensamento. Quando me sentei para fazer o esboço do livro, quis escrever algo que combinasse os elementos tradicionais da alta fantasia – uma épica batalha entre o bem e o mal, monstros terríveis, bravos heróis, espadas encantadas – e os reformulasse sob uma óptica moderna e urbana. Assim nasceram os Caçadores de Sombras [Shadowhunters], clássicos guerreiros que seguem as suas tradições milenares, mas nesses espaços modernos e urbanos: arranha-céus, lojas, hotéis abandonados, concertos de rock. Nos contos de fadas, era a floresta escura e misteriosa, fora da cidade, que guardava a magia e o perigo. Eu quis criar um mundo em que a cidade se tornou a floresta – onde esses espaços urbanos guardam os seus próprios encantamentos, perigos, mistérios e uma estranha beleza. Apenas os Caçadores de Sombras podem vê-los como eles realmente são.”

Conheça melhora autora: www.cassandraclare.com/

Entretanto para masi informações sobre o livro, ou mesmo se quiser ler o 1º capitulo do livro, navegue até ao blog http://www.crónicasvampiricas.pt/ .










domingo, 20 de setembro de 2009

Traída

2º volume da saga da Casa da Noite

Sinopse:
Vampira novata, Zoey Redbird conseguiu instalar-se na Casa da Noite. Ela controlou os vastos poderes que a deusa dos vampiros, Nyx, lhe deu e subiu para o posto de nova Líder das Filhas Escuras. E o melhor de tudo, Zoey sente finalmente como se ela pertencesse – como se ela realmente se encaixasse naquele lugar. Ela tem um namorado... ou dois. Então o inconcebível acontece: adolecentes humanos estão a ser mortos e todas as evidências apontam para a Casa da Noite.
Enquanto os humanos da velha vida de Zoey corre perigo, ela começa a perceber que os mesmos poderes que a fazem tão diferente também podem ameaçar os que ela ama. Então, quando ela precisa dos novos amigos, mais morte golpeia a Casa da Noite e Zoey tem que achar a coragem para enfrentar uma traição que pode quebrar o seu coração, a sua alma, e pôr em perigo a própria estrutura do seu mundo.



Autor: P. C. Cast e Kristin Cast
Editora: Saída de Emergência

Traída é o 2º Volume da Saga "A Casa da Noite", gostei muito, mais do que o primeiro, talvez por ser o desenrolar da história, de uma forma menos previsível ao contário de Marcada
Ficamos a conhecer melhor todas as personagens e deparamo-nos com muito mais acção, mistério, segredos e sedução.
Adorei a poesia e sedução de Loren e as declarações de Heath.
Surpreendeu-me um pouco do inicio ao fim, principalmente, pelo facto de não esperar que Zoey fossem traida por quem foi, mas isso não digo ,têm de ler.
Posso só acrescentar, que termina de uma forma que nos deixa ansiosas e curiosas por ler o próximo. Agora sim, depois de ler este volume, já vejo que vale a pena continuar com a Saga.
Recomendo


"...Lembra-te, as trevas nem sempre equivalem ao mal,assim como a luz nem sempre trás o bem".

 
"Creme e seda numa só
como anseio por provar
e tocar
A lua vigia-nos".


" O melho aspecto da beleza é aquele que nenhuma imagem pode exprimir."


sábado, 19 de setembro de 2009

A CIDADE SEM TEMPO

A CIDADE SEM TEMPO
de Enrique Moriel

A história oculta de Barcelona esconde o romance mais apaixonante


Sinopse
Um homem da alta sociedade barcelonesa morre misteriosamente.
Marta Vives, a jovem assistente do advogado Marcos Solana, trabalha no esclarecimento da verdade.
Ao longo da investigação, Marta não só terá de enfrentar as forças obscuras que a rodeiam, como também se verá envolvida na luta da sua família para manter o segredo de uma antiga linhagem da cidade, os Mesdeu.
Uma aventura emocionante, que é ao mesmo tempo, a grande epopeia de uma cidade.
Ao seu encontro virá um narrador inquietante, oriundo do submundo medieval de Barcelona, perseguido pela Inquisição, portador da bandeira do povo e cujo rosto reencontramos em momentos decisivos da história da cidade.
Marta e este espírito maldito acompanham-nos numa fascinante busca através de luzes e sombras, que o fugitivo aponta desta forma: que prova temos de que no combate entre o bem e o mal, entre Deus e o Diabo, ganhou o primeiro?


ISBN: 978-972-20-3841-6
Páginas: 344
Dimensões: 15,5 x 23,5 cm
Editora Livros d'Hoje
Colecção: Genéricos
Ano de Edição: 2009
Encadernação: Brochado
16.00 €

Enrique Moriel é o pseudónimo de Francisco González Ledesma, nascido em Barcelona, em 1927. Enrique Moriel é também o nome do protagonista do primeiro romance do autor, Sombras viejas, proibido pelo regime de Franco e recuperado recentemente.

Francisco González Ledesma dedicou-se primeiro à advocacia e depois ao jornalismo, chegando a director do La Vanguardia.
Recebeu o Prémio Planeta 1984 com a Crónica Sentimental en rojo, livro da série policial de Méndez, de sucesso internacional, que inclui também El expediente Barcelona, Las calles de nuestros padres, La dama de Cachemira, Historia de Dios en una esquina, El pecado o algo parecido (Prémio Dashiell Hammett 2003), Cinco mujeres y media e Uma Novela de Bairro (Prémio RBA 2007). Recebeu o Prémio Pepe Carvalho 2005, um reconhecimento da sua carreira como autor de romances policiais, assim como o Prémio Ciudad de Barcelona de Cinema e o Prémio Roda Ventura pela Ordem dos Advogados.
A Cidade sem Tempo, um grande sucesso editorial publicado em dez países, conquistou mais de 100 000 leitores.

A TRAIÇÃO VENEZIANA

A TRAIÇÃO VENEZIANA
de Steve Berry

Sinopse
Em 323 a. C., após ter conquistado a Pérsia, Alexandre Magno tinha como objectivo invadir a Península Arábica, mas sucumbiu repentinamente a uma febre estranha. Localizar o local do seu descanso eterno, desconhecido até hoje, continua a ser um objectivo difícil de alcançar para arqueólogos e caçadores de tesouros. Cotton Malone, ex-agente de um departamento dos Serviço Secretos dos Estados Unidos, agora livreiro especialista em obras raras acaba por ser atraído para um intenso jogo de xadrez geopolítico.
Depois de escapar por pouco à morte num incêndio devastador que consumiu um museu na Dinamarca, Cotton descobre pela sua amiga, Cassiopeia Vitt, que o incidente não foi nem casual, nem isolado. Como parte da campanha destinada a encobrir um plano muito mais diabólico, museus na Europa estão a ser devorados por incêndios sem explicação. E das cinzas da URSS, surge uma nova nação: ex-repúblicas soviéticas consolidam-se na Federação Centro-Asiática. A liderá-la encontra-se a suprema ministra Irina Zovastina, uma déspota iluminada com um talento para a política e um gosto por desportos sangrentos, cujo único desejo é superar Alexandre Magno como conquistador supremo da História.


ISBN: 978-972-20-3860-7
Páginas: 496
Dimensões: 15,5 x 23,5 cm
Colecção: Genéricos
Ano de Edição: 2009
Encadernação: Brochado
17.00 €

Steve Berry é um campeão de vendas do The New York Times, com títulos como O Elo de Alexandria, O Legado dos Templários, O Terceiro Segredo, A Profecia Romanov e The Amber Room.

As suas obras foram traduzidas em trinta e cinco línguas e vendidas em trinta e quatro países.
Foi advogado, viajou muito pela Europa, pelo México, pelas Caraíbas e pela Rússia, e vive na costa da Geórgia.
Actualmente encontra-se a trabalhar no seu próximo livro.
Mais informações em  http://www.steveberry.org/

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

A Cidade dos Ossos - Início de Outubro

Visitei o Blog Crónicas Vampiricas, e vejam só o que têm estado a investigar ...excelentes notícas.
Toda a informação que se segue foi retirada do blog http://www.cronicasvampiricas.pt/, Bom Tabalho.



Sabemos que A Cidade dos Ossos, de Cassandra Clare, editado pela Planeta, vai sair no início de Outubro e fomos ver o site oficial da série.

Pois é, A Cidade dos Ossos é o primeiro livro de uma trilogia (por acaso, as últimas notícias já anunciam a existência do quarto livro) que, no original americano, se chama The Mortal Instruments e, em Portugal, se chamará Caçadores de Sombras. Os três livros são A Cidade dos Ossos, The City of Ashes e The City of Glass.

SINOPSE:

Clary Fray não sabia que a sua vida ia mudar quando entrou no Pandemonium Club, uma das discotecas mais quentes de Nova Iorque. O assassínio de um rapaz por três adolescentes cobertos de tatuagens lança-a numa viagem sem regresso em que descobre que a sua existência é muito mais complicada do que alguma vez julgara ser. O destino de Clary cruzou-se com o dos Caçadores de Sombras e a vida, tal como a conhecia, nunca mais será a mesma.
Há mil anos, o Anjo Raziel misturou o seu sangue com o sangue dos homens e criou uma raça: os Nephilim. Híbridos, metade anjos, metade homens, vivem ao nosso lado, invisíveis mas sempre presentes, e chamam-se a si próprios Caçadores de Sombras. A sua missão é proteger os humanos de demónios que viajam entre mundos, destruindo tudo à sua passagem, e manter a paz no submundo de vampiros, lobisomens, fadas e feiticeiros que habitam os subterrâneos de Manhattan. A cidade dos ossos é uma necrópole onde uma misteriosa irmandade guarda os corpos de todos os caçadores de sombras chacinados.

Já sabemos que a capa escolhida para A Cidade dos Ossos em Portugal corresponde à capa americana do segundo livro da série - The City of Ashes. Foi uma opção também tomada noutros países, como a Espanha, e não vemos mal nisso. Terminamos com uma frase sobre o mundo de Cassandra Clare que, em breve, nos tirará o sono!

Nova Iorque é a cidade que nunca dorme — mas, espíritos malignos, vampiros, anjos, feiticeiros, fadas e caçadores de sombras não precisam de muito descanso… A cidade é o mundo do primeiro romance de Cassandra Clare, uma fantasia cool, agradavelmente negra e com um toque urbano picante. —Kirkus Reviews.

A Cabana

A Cabana
de WM. PAUL YOUNG

Sinopse
E se Deus marcasse um encontro consigo?
As férias de Mackenzie Allen Philip com a família na floresta do estado de Oregon tornaram-se num pesadelo. Missy, a filha mais nova, foi raptada e, de acordo com as provas encontradas numa cabana abandonada, brutalmente assassinada.
Quatro anos mais tarde, Mack, mergulhado numa depressão da qual nunca recuperou, recebe um bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o a voltar à malograda cabana.
Ainda que confuso, Mack decide regressar à montanha e reviver todo aquele pesadelo. O que ele vai encontrar naquela cabana mudará o seu mundo para sempre.

Edição/reimpressão: 2009

Páginas: 248
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04178-4
Idioma: Português

Ler o excerto Aqui
http://www.acabana.pt/

Disponível apartir de 2 de Outubro

Os Filhos da Liberdade

Sinopse
Os Filhos da Liberdade conta a história de um grupo de adolescentes que fez parte de uma Brigada da Resistência durante a Segunda Guerra Mundial. O que unia estes jovens, de diferentes idades e nacionalidades, era a crença inabalável de que valia a pena lutar pela liberdade, e que um dia a Primavera voltaria a despontar...

Operando em Toulouse, este grupo conseguiu resistir às forças nazis, às milícias locais e aos colaboradores franceses. Rodeados por inimigos invisíveis e omnipresentes, estes jovens não se podiam sequer dar ao luxo de se apaixonarem – pois, caso fossem apanhados, esse amor podia ser usado contra eles… Vivendo em circunstâncias extremas, aprenderam em cada dia a desfrutar da vida ao máximo: a rir, mesmo rodeados de tragédia; a ser generosos, mesmo quando não tinham nada para dar; e a apaixonar-se, apesar de todos os riscos. Pois não se consegue matar o espírito humano enquanto a esperança estiver viva. Este romance emocionante e comovente é baseado numa história real: a 35.ª Brigada, composta por vários jovens imigrantes dispostos a combater por França e pela liberdade, existiu. Um dos seus membros era o pai de Marc Levy; o seu nome de código era «Jeannot».

Autor: Marc Levy

Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 280
Editor: Edições Contraponto

Ler o excerto Aqui

O Autor
Marc Levy nasceu em 1961. Passou a maior parte de sua infância no Sul de França. Em 1978, filiou-se ao Comité da Cruz Vermelha francesa, onde recebeu treino intensivo numa das unidades de atendimento. Em 1983, foi promovido a director da Cruz Vermelha numa das suas unidades de resgate urbano. Morou seis anos entre Paris e São Francisco, antes de retornar a França, em 1991, para dirigir o seu escritório de arquitectura.

Em janeiro de 2000, após a publicação do seu primeiro livro, passa a dedicar-se à literatura e a contar histórias para o seu filho. Actualmente, vive entre Londres e Paris.

www.marclevy.info/

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

A Morte de Bunny Munro


A Morte de Bunny Munro
de Nick Cave


Sinopse
Bunny Munro vende produtos de beleza e o sonho da esperança a donas de casa solitárias da costa sul de Inglaterra. Desnorteado com o suicídio da mulher e esforçando-se por manter os pés assentes na terra, Bunny faz a única coisa que lhe ocorre: parte sem rumo certo, levando a reboque o seu filho de nove anos.

À medida que esta bizarra e cada vez mais frenética viagem avança para um ajuste de contas final, Bunny descobre que os seus fantasmas – um pai caduco, espectros vingativos, maridos ciumentos e psicopatas assassinos com chifres – emergiram das trevas e tentam reclamar o que lhes é devido.
A Morte de Bunny Munro é o segundo romance de Nick Cave. Publicado a 3 de Setembro em Inglaterra, está já a receber óptimas críticas no Reino Unido.
Edição/reimpressão: 2009

Páginas: 296
Editor: Objectiva
ISBN: 9789896720063
16,50€





Aqui pode ler a Entrevista com Nick Cave - O Romancista Negro

http://www.nick-cave.com/

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

A Estirpe - Mais uma Novidade com Vampiros

A Estirpe
Del Toro, Guillermo

Sinopse
Um Boeing 777 proveniente de Berlim aterra no aeroporto JFK e, de repente, pára na pista. As janelas estão fechadas. As luzes estão apagadas. Ninguém responde às chamadas da torre de controlo. Nenhum passageiro atende o telemóvel. Parece que o avião deixou de existir… O que os investigadores encontram lá dentro gela-lhes o sangue.

O que ao princípio parece apenas um vírus altamente contagioso revela-se uma ameaça aterradora. Os vampiros estão de volta e estão sedentos de sangue. A epidemia vampírica propaga-se a uma velocidade vertiginosa e, ao cabo de poucos dias, invade toda a ilha de Manhattan. Mas isto é apenas o começo.
Porque existe um plano sinistro para conquistar rapidamente todo o planeta. Guillermo del Toro, visionário realizador, e Chuck Hogan, escritor premiado, conjugam imaginações neste romance arrojado e épico sobre uma assustadora batalha entre homens e vampiros que ameaça toda a Humanidade. É o primeiro volume de uma empolgante trilogia e um extraordinário acontecimento literário internacional.


Páginas: 560
Editor: Objectiva
ISBN: 9789896720001
Pvp: 19,90€
Edição/reimpressão: 2009

terça-feira, 15 de setembro de 2009

A Senhora do Castelo

A senhora do castelo
de Terri Brisbin

Sinopse
Antes de a noite cair estaria casada… ou morta!
Como herdeira do clã MacDougall, Lara, a senhora de Lorne, sabia que quando se casasse não seria por amor, no entanto nunca imaginara que o seu casamento fosse uma punição. Quando Robert Bruce ganhou o controlo do castelo, Lara viu-se obrigada a casar-se com um dos homens dele, Sebastien de Cleish.
Leal ao seu clã, Lara jurou não se render ao audaz guerreiro. Todavia, sob a cota de malha e a armadura, escondia-se o coração bondoso de um cavalheiro disposto a fazer de Lara a sua esposa… em todos os sentidos.
Harlequin
ISBN: 9788467150483
Preço: 3,45 €
Para conhecer melhor esta escritora de Romances Históricos e Paranormal visite o site:  www.terribrisbin.com/

Acabei de ler este livro e fique simplesmente encantada com a escritora.
É um livro com uma escrita muito apelativa, um romance muito bom, repleto de Paixão, Amor, erotismo e por outro lado ódio e traição.

Sebastien de Cleish surpreende-nos em relação ao que sente por Lara e da forma como a trata...:)
Recomendo

sábado, 12 de setembro de 2009

A Leste do Sol


A Leste do Sol
de Julia Gregson

Sinopse

Outono de 1928. Três jovens inglesas partem no navio Kaisar-i-Hind com destino a Bombaim, na Índia. No seu íntimo, acalentam o sonho de começar uma nova vida, longe dos espartilhos morais da rígida sociedade inglesa. Viva Holloway é uma jovem aspirante a escritora em busca da Índia da sua infância. Para poder empreender a viagem, aceita ser dama de companhia da bela e ingénua Rose, que se prepara para casar com um oficial britânico que mal conhece. A acompanhá-las está também Victoria, dama de honor de Rose e sua melhor amiga, que anseia por se libertar do jugo de uma mãe dominadora. Todas elas têm uma boa razão para deixar a pátria, mas será que estão preparadas para o que as espera?
Num mundo em transformação, três mulheres lutam contra as normas decorrentes da sua condição feminina. Das festas requintadas onde se reúne a nata da sociedade inglesa ao dia-a-dia da vida colonial, é-nos brilhantemente desvendado todo o mistério da Índia e o choque cultural entre Ocidente e Oriente.
Edição/reimpressão: 2009

Páginas: 544
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789892305752
PVP: 15,00€



A Autora
Julia Gregson trabalhou em diversas revistas femininas no Reino Unido e Estados Unidos, tendo também sido correspondente na Índia e no Vietname. A Leste do Sol é o seu segundo romance e vendeu mais de 500 mil exemplares em todo o mundo. Em 2009, venceu o Prémio para o Melhor Livro Romântico do Ano, atribuído pela Romantic Novelists’ Association. Os direitos de adaptação desta obra foram também comprados para o cinema e a televisão.


Disponível a partir de 17 de Setembro

Os Grandes Livros

Os Grandes Livros
de Anthony O'Hear
Sinopse

A Odisseia, a Divina Comédia, os Lusíadas – a grande literatura pode ser lida por todos nós, com uma pequena ajuda. Numa viagem fascinante ao longo de 2500 anos, Anthony O’Hear mostra-nos o caminho, na companhia de livros tão poderosos, emocionantes e cheios de erotismo como qualquer best-seller moderno.
Começamos por Homero, o pai da literatura ocidental. Depois, a tragédia grega, Platão, a Eneida de Virgílio e as Metamorfoses de Ovídio, fonte inesgotável de inspiração para a literatura e as artes plásticas europeias.
Através de Santo Agostinho passamos à Divina Comédia de Dante, um desvio ao mesmo tempo tenebroso e sublime pelo Inferno e pelo Purgatório, terminando na sua arrebatada visão do Paraíso. Chaucer, Camões, Shakespeare, Cervantes, Milton, Pascal, Racine e Goethe completam a tábua das personagens desta história fabulosa. Em qualquer dos casos, O’Hear traça um esboço paciente dos seus temas, aborda passagens cruciais e explica a importância imorredoura destas obras.
Mais do que uma grande obra de referência, esta é também uma história narrativa contada com um profundo amor pela literatura – e uma crença inabalável na sua capacidade de inspirar e enriquecer os nossos mundos.
Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 536
Editor: Aletheia
ISBN: 9789896221737


Excerto
Nem nos apercebemos bem de que, embora os clássicos gregos e romanos estejam realmente distantes de nós, temos armazenados, na mente e no coração, temas e atitudes que nos vêm deles. De tal maneira que uma viagem pelos clássicos é uma viagem de descoberta, é certo, mas é também uma viagem de autodescoberta.
Disponível a partir de 18 de Setembro

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Diário de Um Fumador


Autor: David Sedaris
Editora: Contraponto

Sinopse
Bom, como muitos de nós, tem um quotidiano cheio de pequenas bizarrias e acontecimentos cómicos; mas, no caso dele, o bizarro torna-se cada vez mais bizarro e o cómico chega ao puro absurdo.Quer saber como é que o homem mais divertido do mundo passa os dias?

Bom, já foi fumador, já fez um estágio numa morgue, já teve a sua casa de campo invadida por pássaros, já andou de táxi com um condutor obcecado por sexo fetichista, já ofereceu um esqueleto (verdadeiro) como presente de anos, já fez corridas de natação com uma mulher com síndrome de Down…
Depois de tudo isto, que experiência bizarra e inaudita lhe faltava enfrentar? Apenas uma; uma das experiências mais traumáticas e marcantes que alguém pode alguma vez enfrentar: deixar de fumar…

«David Sedaris, radialista e escritor, é um dos melhores humoristas norte-americanos e quase tudo o que escreve acaba na lista dos mais vendidos do New York Times. Em 2008, foi uma das atracções da Festa Literária Internacional de Paraty, onde contou alguns dos espisódios hilariantes reunidos neste Diário de Um Fumador. »
Revista LER, Setembro 09

À venda a partir de 18 de Setembro.

Promoção Bestsellers no Continente

De 12 de Setembro a 11 de Outubro, o Hipermercado Continente vai lançar a Campanha Best-Seller. Esta campanha consiste na aquisição de um pack em que um dos livros é oferta.


•"Um Fogo Eterno" Barbara Keating oferta de "Razões do Coração" Rosalind Laker 13,50€

•"O Assasino Inglês" Daniel Silva oferta de "O Criado Secreto" Daniel Silva 16,16€

•"A Arte de Amar" Elizabeth Edmonson oferta de "Uma Villa em Itália" Elizabeth Edmonson 13,50€

•"O Último Beijo" Luanne Rice oferta de "Alguém para Amar" Jude Deveraux 14,40€

•"Um Homem Com Sorte" Nicholas Sparks oferta de "Entre o Céu e a Montanha" Will North 16,20€

•"A Razão dos Avós" Daniel Sampaio oferta de "Lavrar o Mar" Daniel Sampaio 13,49€

•"A Sul da Fronteira, a Oeste do Sol" Haruki Murakami oferta de "Dança, Dança, Dança" Haruki Murakami 13,50€

•"O Casamento" Danielle Steele oferta de "Jogos de Sedução" Danielle Steele 15,26€

•"Revolutionary Road" Richard Yates oferta de "Um Dia Sonhei que Voava" Taichi Yamada 15,29€

•"A Viagem do Elefante" José Saramago oferta de "Ensaio sobre a Lucidez" José Saramago 15,75€

•"Tudo o que Sempre Desejámos" Janelle Brown oferta de "Borboletas Nocturnas" Karl Manders 14,85€

•"Intuição" Allegra Goodman oferta de "Regressar a Casa" Rose Termain 14,85€

•"No Coração de África" William Boyd oferta de "Inquietude" William Boyd 14,40€

•"Venenos de Deus" Mia Couto oferta de "O Outro Pé da Sereia" Mia Couto 13,41€

•"Ninguém Como Tu" Anna Casanovas oferta de "Tudo Por Amor" Dan Jacobson 12,56€

•"A Casa na Praia" Anita Shreve oferta de "Casamento em Dezembro" Anita Shreve 14,40€

•"Colisão" Jeff Abbott oferta de "A Essência do Mal" Sebastian Faulks 14,85€

•"Casais Inteligentes" Janett Bray Attwood oferta de "Casais Inteligentes Enriquecem Juntos" Gustavo Cerbasi 10,80€

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Passageiros da Neblina

A partir do mítico encontro Crowley-Pessoa, uma história de intriga, magia e mistério

Sinopse
Em Setembro de 1930, Aleister Crowley chega inesperadamente à cidade de Lisboa, com o pretexto de conhecer Fernando Pessoa, com quem se corresponde há algum tempo, em torno dos interesses comuns em astrologia e esoterismo.
É o poeta que o recebe no Cais da Rocha do Conde de Óbidos.
Pouco mais se sabe, com segurança, sobre o que se passou entre eles.
Crowley, conhecido por muitos como a Besta 666, é uma das figuras mais enigmáticas do seu tempo.
Expulso de Itália por Mussolini, sobre ele recaem as acusações de culto ao demónio e práticas de magia negra.
Dias depois da sua chegada a Lisboa, o mágico ocultista vai a Sintra jogar uma misteriosa partida de xadrez e desaparece nos penhascos da Boca do Inferno, deixando atrás de si uma críptica nota de suicídio.
A imprensa agita-se com o seu desaparecimento e as informações contraditórias que surgem a propósito.
Cresce a especulação em torno do envolvimento de Pessoa na suposta encenação macabra.
E se a razão da visita de Crowley tivesse sido outra e não apenas conhecer Pessoa?
A partir do famoso encontro, a escritora cria uma história sobre uma maldição com mais de cem anos, que atravessa gerações, onde personagens fictícias convivem com outras personalidades reais, como Charles Darwin, George Everest e o jornalista Augusto Ferreira, amigo do poeta.
Um caso de polícia intrigante, novos crimes, uma família atravessada por silêncios, loucura e amores secretos, as lutas religiosas e políticas da época, a simbologia e as práticas maçónicas – este é o universo dos Passageiros da Neblina, um livro que transporta o leitor para a mágica Sintra do século XIX.
"No Verão de 2005 iniciei a minha primeira viagem a Portugal, nem busca de uma história para contar, mas convém notar que nem sempre o motivo recebe o favor da inspiração. Escrever em si mesmo é um acto de vontade deixado cair no vórtice de uma sorte aleatória. É difícil teorizar acerca do porquê de alguns lugares evocarem mais sensações do que outros, porque o espaço pode ser o pretexto ou o capricho do tempo, que nos sustém num momento único e irrepetível. Hoje pergunto-me se Lisboa e Sintra já não pertenciam à própria essência dos meus sonhos muito antes de o destino me permitir percorrê-las com um gesto que encerrava em partes iguais, a curiosidade e o fascínio."
Género: Romance
Monserrat Rico Gongóra
Ano: 2009
Origem: Espanha
Editora: Planeta
Número de Páginas: 240

Montserrat Rico Góngora nasceu em Barcelona, em 1964, embora tenha residido sempre em Badalona. É colaboradora habitual de numerosas revistas (Alhora, Historia y Vida e Andalucía en la Historia) e de programas de rádio. Participa activamente em tertúlias literárias, oficinas de escrita e júris de certames literários. Como escritora, publicou narrativas, relatos breves, literatura juvenil e poesia. A sua obra valeu-lhe o prémio dos XXXIII Jogos Florais de Campo de Cartagena, bem como o Prémio Palco, em reconhecimento pela sua trajectória profissional. O romance La abadia profanada foi um grande êxito, quer de vendas, quer da crítica; a qualidade da sua escrita foi salientada em meios de comunicação como The Independent, La Stampa e L’Express.

O livro é apresentardo no próximo dia 23 de Setembro, pelas 18H30 na Casa Fernando Pessoa em Lisboa. A apresentação e moderação está a cargo de Inês Pedrosa, contando ainda a sessão com a presença de José Manuel Anes, Paulo Cardoso e da autora, Montserrat Rico Góngora.
A seguir à apresentação decorrerá uma sessão de autógrafos.

Cordão de Leitura: 24 horas a ler em Lisboa

Nos dias 19 e 20 de Setembro a Praça Luís de Camões será palco de um evento cultural inédito na Europa promovido pela Editora Objectiva: o Cordão de Leitura, uma iniciativa que pretende fazer com que Lisboa esteja a ler um(ns) livro(s) durante 24 horas.

A Praça Luís de Camões será transformada numa grande sala-de-estar onde poderemos encontrar sofás, cadeirões, estantes e almofadas gigantes, além de milhares de livros. Tudo começará às 15 horas do dia 19 de Setembro e terminará 24 horas depois, num evento dedicado ao livro e à leitura em geral.
«É uma iniciativa aberta a todas as pessoas, de todas as idades, para fomentar o hábito da leitura. Organizámos uma acção onde o livro é a personagem principal e onde os leitores vão ter uma relação directa com os escritores e outras figuras públicas», revela num comunicado o director-geral da Editora Objectiva, Alexandre Vasconcelos e Sá.

O Cordão de Leitura terá alguns eventos ao longo das 24 horas, como encontros com escritores portugueses, ateliers sobre o livro e a leitura, leituras pela voz de escritores, actores e outras personalidades, tertúlias com escritores e a exposição «Pedras de Leitor», por exemplo. O objectivo é nunca deixar o Sofá Literário vazio durante 24 horas…

Programação diária :

19 de Setembro

Tertúlia: «Depois de morrer aconteceram-me muitas coisas», de Ricardo Adolfo (à tarde)

Tertúlia – A literatura fantástica e o universo vampírico (à noite)

Projecto – Ouvido Visual (à noite)

20 de Setembro

Tertúlia – Ler é tão importante como… (de manhã)

Tertúlia – «A Morte de Bunny Munro», de Nick Cave (à tarde)

Noticia retirada: http://www.culturaonline.net

Revista Sábado com mais uma iniciativa a não perder

A Revista Sábado, apartir do dia 24, vai lançar mais uma colecção de livros, oito exemplares fantásticos. Livros que custarão 1.50€. 
É de aproveitar.


24 de Setembro - O Nome da Rosa, Umberto Eco. Um estudioso descobre casualmente a tradução francesa de um manuscrito do século XIV: o autor é um monge beneditino alemão, Adso de Melk, que narra, já em idade avançada, uma perturbante aventura da sua adolescência, vivida ao lado de um franciscano inglês, Guilherme de Baskerville.Estamos em 1327. Numa abadia beneditina reúnem-se os teólogos de João XXII e os do Imperador. O objecto da discussão é a pregação dos Franciscanos, que chamam a igreja à pobreza evangélica e, implicitamente, à renúncia ao poder temporal.Guilherme de Baskerville, tendo chegado com Adso pouco antes das duas delegações, encontra-se subitamente envolvido numa verdadeira história policial. Um monge morreu misteriosamente, mas este é apenas o primeiro dos sete cadáveres que irão transtornar a comunidade durante sete dias. Guilherme recebe o encargo de investigar esses prováveis crimes. O encontro entre os teólogos fracassa, mas não a investigação do nosso Sherlock Holmes da Idade Média, atento decifrador de sinais, que através de uma série de descobertas extraordinárias, conseguira no final encontrar o culpado nos labirintos da Biblioteca.

01 de Outubro - A Malinche, Laura Esquivel. O trágico e apaixonante romance entre Hernán Cortés e a índia Malinalli (a sua intérprete durante a conquista do império asteca), num livro que nos desvenda o mito fundador da cultura híbrida do Novo Mundo e nos conta uma extraordinária história de amor.Quando a índia Malinalli conhece Cortés, assume que se trata do próprio deus Quetzalcóatl, que regressa para libertar o seu povo. Os dois apaixonam-se loucamente, mas esse amor será destruído pela desmedida sede de conquista, poder e riqueza de Cortés, um dos mais importantes conquistadores espanhóis. Audaz e engenhoso numa época de grandes heróis, Cortés foi o único que chegou a conhecer a fundo os indígenas americanos. O grande valor estratégico de Malinalli, sua tradutora e intérprete, converteu-a numa personagem-chave na colonização da América e nas relações entre a coroa espanhola e os diferentes povos indígenas. A história do México acabaria por reservar a Malinalli outro papel, o de traidora do seu próprio povo, mas as investigações históricas recentes mostram que foi a mediadora entre duas culturas, a hispânica e a nativa americana, e entre duas línguas, o espanhol e o náhuatl.Com a queda do império Asteca como pano de fundo, Laura Esquível desafia a mitologia tradicional através do retrato apaixonado do Adão e da Eva da cultura mestiça: Cortés e Malinalli.

08 de Outubro - O Danúbio, Claudio Magris. Publicado em 1986, Danúbio resulta da experiência de uma viagem feita pelo autor através da Europa central no início da década de 1980. Na véspera do desmoronamento da cortina de ferro, o germanista italiano Claudio Magris aproveita o trajecto do grande rio europeu como fio condutor para percorrer de uma ponta à outra a história cultural e política dos países que viram surgir Franz Kafka e o terceiro Reich, Elias Canetti e o campo de concentração de Mauthausen, Ludwig Wittgenstein e o arquiduque Francisco Ferdinando, Sigmund Freud e o carrasco nazista Adolf Eichmann.Com um estilo sóbrio e cheio de empatia, ora alegre ora melancólico, o narrador reconstitui um enorme mural cujas figuras se movem e parecem ganhar vida. Paisagens, personagens e reflexões entrecruzam-se num conjunto complexo e fascinante, no qual as maravilhas e os horrores do passado recente apresentam-se com rara força. Sem dogmatismos ou visões estereotipadas, Magris percorre esse campo minado da Europa recolhendo os fragmentos e as ruínas que a história foi amontoando ao longo do tempo. O resultado literário dessa viagem intelectual é, indiscutivelmente, uma obra-prima do século XX.

15 de Outubro- A conspiração contra a América, Philip Rothe. Um presidente anti-semita na Casa Branca?Quando o famoso herói da aviação e isolacionista Fanático Charles Lindbergh derrotou esmagadoramente Franklin Roosevelt nas eleições presidências de 1940, o medo invadiu todos os lares judaicos da América. Num discurso transmitido pela rádio à escala nacional, Lindbergh não só tinha acusado publicamente os judeus de empurrarem egoistamente a América para uma guerra sem sentido com a Alemanha nazi, mas também, ao tomar posse como trigésimo terceiro presidente dos Estados Unidos, negociara um pacto cordial com Adolfo Hitler, cuja a conquista da Europa e cuja virulenta política anti-semita ele parecia aceitar sem dificuldade.

22 de Outubro - Uma questão pessoal, Kenzaburo Oe. Em 1964, o romancista japonês Kenzaburo Oe recebia a notícia de que o seu primeiro filho nascera com uma anomalia cerebral. É a mesma situação enfrentada pelo protagonista de Uma questão Pessoal, o professor Bird. Aos 27 anos, Bird leva uma vida medíocre, bebendo pelos bares de Tóquio a sonhar com aventuras no continente africano. A gravidez da mulher acrescenta angústia ao quotidiano de Bird. A ideia de que será pai e chefe de família faz com que se sinta condenado à vida quotidiana. Para piorar, depois do parto, os pais descobrem que a anomalia cerebral fará o menino ter uma vida vegetativa. Bird não suporta a possibilidade de se ver atrelado para sempre a um filho anormal. Passa, então, a desejar a morte da criança. Aos poucos, porém, dá-se conta de que a crise era uma oportunidade. Bird deve percorrer um longo caminho de conquista da realidade, enfrentando os desafios de amadurecimento da vida adulta.

29 de Outubro – Justine, Lawrence Durrell. Algures nas páginas deste romance, Durrell descreve Justine como "uma verdadeira filha de Alexandria". Não é uma indicação despicienda. Alexandria é talvez, sobretudo neste primeiro volume do Quarteto de Alexandria, uma das personagens centrais da narrativa. A cidade, ao mesmo tempo muito bela e muito repelente, marca todas as restantes figuras da obra com a presença ambígua da sua identidade. É essa presença que autoriza os excessos de Justine, a sua busca de um novo "tipo peculiar de amor", profundamente narcísico e não-possessivo.

5 de Novembro – Tim, Colleen McCullough. Mary Horton, solteira na casa dos quarenta, rica, solitária, simples, acredita que não precisa de amor nem de amizade, satisfazendo-se com a sua confortável casa, o seu jardim, com o seu Bentley e a casa de praia que comprou com o fruto do seu trabalho e dos investimentos realizados, com os livros que lê e a música que ouve sozinha. Tim Melville, vinte e cinco anos, operário, é filho de Ron e Esme Melville, que o receberam como uma dádiva para o seu tardio casamento. Tim tem a beleza e a graça de um deus grego, mas é um simples de espírito, uma criança grande. No entanto, Ron e Esme, modestos operários australianos, pessoas sensatas e sem ambições, gostam dele pelo que é e preparam-no para trabalhar segundo as suas possibilidades. Tim é um trabalhador insignificante de uma empresa de construção civil, infatigável e esforçado. Dias de trabalho pesado e fins-de-semana passados com o pai num pub e noites tranquilas junto da família, a ver televisão, representavam para Tim toda a sua perspectiva de vida. Quando Mary encontra Tim e o contrata como jardineiro durante os fins-de-semana, uma ligação muito forte vai nascer entre eles. Mary sente por Tim o mesmo tipo de amor que sentiria pelo filho que nunca teve; Tim, em contrapartida, ensina-lhe a ver o mundo de uma maneira mais simples e optimista, trazendo à sua vida solitária o calor e o afecto que lhe faltavam.

12 de Novembro - O Amante do Vulcão, Susan Sontag. Um livro sobre a revolução, a inevitabilidade da natureza, a condição das mulheres, a arte, o amor.Nápoles, 1772. A segunda cidade da Europa, magnífica, encimada pelas constantes erupções do seu famoso vulcão. Um nobre inglês, o embaixador britânico no Reino das Duas Sicílias, regressa à sua cidade adoptiva acompanhado pela mulher. Cavaliere, como todos o conhecem, é um coleccionador de arte, de antiguidades, de pessoas - um temperamento erudito e ávido, mas desapaixonado. Quando a mulher morre, Cavaliere vive pela primeira vez um sentimento profundo. E quando a antiga amante do sobrinho entra na sua vida é possuído por uma intensa paixão.

Informação por cortesia da Maria Manuel.
Noticia retirada : http://www.segredodoslivros.com/